Qual o segredo da dieta da USP?

by paulo on April 23, 2011

Dieta da USP

Dieta da USP

Qual a mágica que existe por trás da dieta da USP? Por que tantas pessoas conseguem resultados positivos com essa dieta? O que se pode aprender com o cardápio da dieta da USP para que se possa melhorar a alimentação normal do dia-a-dia? Para responder essas perguntas, vamos dar uma olhada no cardápio que a dieta da USP reserva para aqueles que a procuram.

 

Dieta da USP CAFÉ DA MANHÃ ALMOÇO JANTAR
1º dia Café preto, sem açúcar, com adoçante ou amargo mesmo. 2 ovos cozidas com ervas à vontade. Salada com alface, pepino e salsão à vontade.
2º dia Café com biscoitos água e sal. 1 bife generoso com salada de frutas a gosto. Presunto à vontade.
3º dia Café com biscoitos água e sal. 2 torradas, com dois ovos cozidos mais salada de vagem. Salada e presunto.
4º dia Café com biscoitos água e sal. 1 ovo cozido, com 1 cenoura e queijo minas à vontade. Salada de frutas com iogurte natural.
5º dia Cenoura crua com limão espremido, mais café preto. Frango grelhado à vontade. 2 ovos cozidos com cenoura.
6º dia Café com biscoitos água e sal. Filé de peixe com tomates, à vontade. 2 ovos cozidos com cenoura.
7º dia Café preto e limão Bife grelhado com frutas, à vontade. O que quiser! Menos doce e bebidas alcoólicas.

 

Como se pode ver, a dieta da USP recomenda café todos os dias. Isso é feito para estimular o metabolismo e ajudar o corpo a queimar mais gordura. Ótimo. A programação alimentar é rica em proteínas e gorduras, porém leva a quase 0 a taxa de carboidratos consumida. Os carboidratos são as fontes de energia primárias para o nosso organismo e, suprimi-los da alimentação diária força o corpo a buscar energia nas gorduras e nas proteínas. Esse processo de metabolização desses nutrientes em energia é chamado Cetose e pode causar alguns efeitos desagradáveis para quem seguir a dieta da USP. Enjoos, dores de cabeça e fraqueza são alguns dos sintomas que a pessoa pode sentir ao passar pela tal dieta.

Resumindo: não há mágica alguma. O truque é um conhecido antigo de nutricionistas: cortar carboidratos da alimentação. Assim você reduz a quantidade de energia produzida no corpo e, consequentemente, a quantidade de gordura colocada em reserva na barriguinha. Vale salientar que a dieta da USP não é recomendada para pessoas ativas que têm em seu dia-a-dia uma rotina de exercícios físicos. Para um bom desempenho e um resultado sadio com atividades físicas é necessária uma boa quantidade de carboidratos antes de depois dos exercícios, o que definitivamente, não se consegue com a dieta da USP.

 

Leave a Comment

Previous post:

Next post: